A Liderança do Oceano Azul é realmente 'nova' em sua essência?

Kim e Mauborgne:Primeiramente, programas e teorias tradicionais de desenvolvimento de liderança normalmente focam o lado da oferta e quem os líderes precisam ser. Os fatores avaliados incluem valores, qualidades e traços de personalidade, além de padrões ou estilos comportamentais. Comportamentos, no entanto, não são a mesma coisa que ações e atividades. Eles se referem à conduta geral de uma pessoa. Ser gentil, por exemplo, é um comportamento que pode se manifestar de inúmeras maneiras, tais como a forma de cumprimentar, interagir, dar feedback ou mesmo escutar outra pessoa. Tudo isso é muito importante, mas vago e indeterminado e, portanto, muitas vezes difícil de se medir e internalizar, pois espera-se que o líder altere sua conduta básica e fundamental. A liderança do Oceano Azul, em comparação, não foca os comportamentos amplos ou formas de conduta. Em vez disso, ela foca atos e atividades específicas que os líderes precisam realizar, como "explicar a estratégia de forma clara" ou "lidar com baixo desempenho". Além disso, enquanto os programas tradicionais de liderança muitas vezes tratam o "comportamento" como um padrão ou estilo geral, a Liderança do Oceano Azul se concentra em ações e atividades específicas determinadas contra as metas específicas de desempenho organizacional e as realidades de mercado de cada nível de liderança dado. Portanto, nos referimos a ações e atividades quando falamos em "conectadas ao mercado". São itens atomizados mais precisos e mais fáceis de adotar e alcançar do que mudanças gerais de comportamento prescritas pelas tradicionais abordagens de liderança.

We use cookies to ensure you get the best experience on our website and continuing implies your consent - Read our full cookie policy Okay, don’t show me again